terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Doença da grafite

A Estação Ferroviária de Cacela também não escapou à doença da grafite, aqui um detalhe da pintura que agora surge em quase todas as estações.Para além disso também se tornou numa estação fechada, servindo só para descida e subida de passageiros, o movimento que outrora chegou a ser muito, perdeu-se no tempo...agora um património valioso está ao abandono.A pergunta que se faz "será que ainda vamos ter comboios por muito tempo"?
lmifotografia © Luís Miguel Inês - Todos os direitos reservados.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...